Está em nossos genes desafiar, inovar e liderar para melhorar. Isto inclui trabalhar para uma sociedade net zero

Strohm está comprometida com seus valores fundamentais de um futuro sustentável: reduzir a pegada de CO2 de dutos em todo o mundo, e fornecer soluções para aplicações de captura de hidrogênio e carbono

 

Organização Neutra para o Clima

Strohm orgulha-se de ser uma organização Neutra em impactos ao Clima, certificada pelo Climate Neutral Group (CNG). Conseguimos cumprir com a norma do CNG e nos tornarmos uma organização reconhecida como neutra para o Clima em 2020, implementando a estratégia ESG (sigla em inglês que significa Meio Ambiente, Responsabilidade Social e Governança) com iniciativas-chave de redução de CO2, incluindo um programa de compensação credenciado. Você pode fazer o download de uma cópia deste certificado aqui

Através destes esforços, estamos fazendo significativos progressos para alcançar o nosso próximo objetivo, ou seja, reduzir a pegada de CO2 de nossos produtos do ponto de vista do ciclo de vida do produto e investir no desenvolvimento de produtos que apoiem a transição energética.

 

Reduzindo a pegada de CO2 de sua infraestrutura de dutos através do TCP

À medida que o setor global de energia muda seu foco dos combustíveis fósseis para a produção de energia mais verde, a indústria está trabalhando arduamente para reduzir a sua pegada operacional de CO2. Muitos dos principais operadores estão dando um passo a mais e incluindo a pegada de CO2 no ciclo de vida completo de seus produtos, visando emissões "net zero", ou seja, neutras em carbono. Para apoiar este importante trabalho, estamos reduzindo a pegada de CO2 relacionada ao ciclo de vida de nossos produtos TCP.

Estamos fazendo isto através do escopo 3 do protocolo de gases com efeito de estufa, considerando o ciclo de vida completo de nosso produto TCP passando pelas diferentes fases envolvidas: Pegada Ex-Works, Pegada Já-Instalada, e Pegada do Ciclo de Vida.

Quando consideramos as pegadas Ex-Works e Já-Instalada, vemos que o TCP tem potencial de reduzir a pegada de CO2 de um duto em mais de 60%. Analisamos o caso em que o nosso TCP Flowline foi instalado ao longo da costa da África Ocidental. Como o TCP pode ser instalado utilizando pequenas embarcações, com baixo consumo de combustível, e transportado em embarcações normais de transporte, as emissões de CO2 associadas à instalação são uma fração das observadas na instalação de dutos de aço offshore. Neste caso, trabalhando com dados reais de consumo de combustível, encontramos uma redução de CO2 de 60% em comparação com a de um duto de aço. Há ainda o benefício adicional de não ser necessário fazer intervenção de manutenção, o que leva a um aumento dos benefícios do ciclo de vida sobre a pegada de CO2. Estamos também investindo em tecnologias e processos de reciclagem, com o objetivo de reciclar os materiais TCP em aplicações de grau inferior ou, eventualmente, em nossos próprios produtos.

 

Possibilitando a transição energética 

A segunda parte do nosso compromisso de Sustentabilidade, é que vemos oportunidades para o TCP nos mercados de hidrogênio verde e CCUS (sigla em inglês que significa captura, utilização e armazenamento de carbono), onde o TCP tem um perfeito encaixe tecnológico e um convincente caso de negócios. 
 
O hidrogênio vai desempenhar um papel cada vez maior no mix energético do futuro. Pode ser utilizado em muitas aplicações diferentes, incluindo armazenamento de energia, insumo para as indústrias, e descarbonização. O nosso objetivo final é permitir que o hidrogênio verde seja gerado de forma competitiva em parques eólicos offshore, seja de fundo fixo ou flutuante. O TCP da Strohm é o produto ideal para o transporte de hidrogênio:
 
  • O TCP tem o menor custo total de ciclo de vida e pegada
  • O TCP Riser pode suportar vento flutuante por mais de 30 anos em aplicações dinâmicas com manutenção mínima
  • O TCP Flowline mostra o menor custo total instalado e pode ser puxado para dentro e finalizado na torre do moinho de vento
  • O TCP não sofre de fragilização por hidrogênio como o aço e não corrói, e resulta em solução de menor custo de ciclo de vida total disponível
 
Com o preço de CO2 cada vez mais importante.
 
CCUS é uma parte essencial do portfólio de soluções disponíveis que se requer para alcançar os objetivos do Acordo de Paris. O TCP da Strohm fornece uma opção simples e confiável para o transporte deste CO2:
  • O CO2 é altamente corrosivo, especialmente quando misturado com água, mesmo em quantidades muito pequenas; o TCP não sofre qualquer tipo de corrosão induzida por CO2, ou qualquer outra corrosão para esse fim
  • O CO2 pode causar "fraturas dúcteis de funcionamento" em dutos de aço, como demonstrado pela DNV; o TCP não sofre este fenômeno de forma alguma, nos casos em que os invólucros dos compostos são utilizados como detentores de rachaduras no aço
  • O CO2 é frequentemente transportado em alta pressão a fim de garantir que se encontre na fase fluida; o TCP é um duto de composto de alta pressão eficaz em termos de custo
  • A Strohm está atualmente envolvida em várias iniciativas, programas de ensaio e pilotos em torno do hidrogênio e do CCUS. 
Quer saber mais? Entre em contato conosco!